Cuparaque

Dados Gerais

População estimada 2016

4.972 pessoas

Área da unidade territorial 2015

226,750 km²

Densidade demográfica 2010

20,64 hab/km²

 

Prefeito 2017

MÔNICA TESSAROLO BALBINO

 

Vereadores 2017

1°Ernany Monteiro da Silva

2°Elias Gonçalves Lopes

3°Agda Aparecida do Carmo Rosa

4°Vanuza Rodrigues Mainetti

5°Wanderley Faustino da Silva

6°Daniel Pereira de Moraes

7ºEliozir Marques de Oliveira

8ºCustódio Marciano Neto

9ºVilma da Silveira de Amorim Ribeiro

 

Histórico

Primeiros habitantes da região onde se localiza o município foram os índios da tribo dos Aimorés, atualmente denominados Krenak e também conhecidos como Botocudos. Após terem sofrido o processo de expansão econômica sobre o Vale do Rio Doce, em que foram vítimas de massacres, expulsões e disputas de suas terras, hoje, a maior parte da população Krenak vive em reserva indígena de 4.000 há demarcada no município vizinho de Resplendor.

 

Em Cuparaque, ao que tudo indica, não há resquícios dessa civilização. Como referência, ficou o nome do município que, tomado de empréstimo da linguagem indígena Krenak, significa onça pintada (cupa = onça, raque = pintada), possivelmente numa alusão ao do animal que ali habitava.

 

OS PRIMEIROS DESBRAVADORES:

A partir do começo do séc. XX, chegaram os primeiros desbravadores, todos provenientes da Zona da Mata mineira e do Estado do Rio de Janeiro. Pedro Lessa, Antônio Ferreira de Lisboa, Pedro Lisboa, Francisco Garcia de Brito, José Evangelista de Miranda, Antônio Hipólito da Silva, Francisco Carmo Costa, Pedro Luciano Pinto e Sebastião Ferreira Martins são alguns desses pioneiros. Por volta de 1935, vieram os Balbino, integrantes de família que seria tradicional na cidade.

Em 1930, o Senhor Raimundo Maciel doou as terras para a fundação do povoado denominado de Aldeia de Cima que posteriormente pela Lei Nº 336, de 27 de dezembro de 1948, foi elevado a categoria de distrito com a denominação de Cuparaque e subordinado ao município de Conselheiro Pena

O doador das terras para a fundação do povoado da Aldeia de Baixo foi o senhor José Ferreira Júnior. Aldeia de Baixo integrava o município de Itambacuri e foi emancipado elevando-se a categoria de distrito pelo Decreto-Lei Nº. 148 de 17 de dezembro de 1938 e subordinando ao município de Conselheiro Pena

Através da Lei Nº 12.030 de 21 de dezembro de 1995, Cuparaque foi emancipado elevando-se a categoria de município e Aldeia subordinando-se na condição de distrito.

 

Gentílico: cuparaquense

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cuparaque ex-povoado, pela lei estadual nº 336, de 27/12/1948, criado com terras desmembradas do distrito de Aldeia de Cima, subordinado ao município de Conselheiro Pena.

Em divisão territorial datada de 01/07/1960, o distrito de Cuparaque figura no município de Conselheiro Pena.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01/06/1995.

Elevado à categoria de município com a denominação de Cuparaque, Pela lei estadual nº 12.030, de 21/12/1995, desmembrado de Conselheiro Pena. O município de Cuparaque possui sede no antigo distrito de Cuparaque que figurava como um dos distritos do município de Conselheiro Pena. Constituído de 2 distritos: Cuparaque e Aldeia. Ambos desmembrados de Conselheiro Pena. Instalado em 01/01/1997.

Em divisão territorial datada de 15/06/1997, o município é constituído de 2 distritos: Cuparaque e Aldeia.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Formação Administrativa

Fonte

IBGE