A secretária executiva da Assoleste, Elidamárcia Lana da Silva se reúne com o ministério público para tratativas do primeiro simpósio da mulher e para a mulher do século XXI.

A secretária executiva da Assoleste, Elidamárcia Lana da Silva se reúne com o ministério público para tratativas do primeiro simpósio da mulher e para a mulher do século XXI.

Na data de hoje, dia 17 de janeiro, a Assoleste se fez representada pela secretária executiva, Elidamárcia Lana da Silva, em uma reunião na cidade de Belo Horizonte no Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Combate à Violência Doméstica (CAO-VD). A Secretária levou duas propostas para a apreciação do Ministério Público para uma parceria neste ano de 2024.

No primeiro momento, para o primeiro simpósio do Leste de Minas da mulher e para a mulher do Século XXI, a promotoria se comprometeu de participar do evento coordenando o painel do combate à violência doméstica, e esse mesmo palco terá a presença da polícia militar, polícia civil, sistema prisional e a rede de prevenção à mulher vítima de violência em um debate sobre os índices da violência doméstica no leste de minas e estado, bem como também quais as soluções que hoje estão tendo êxito, nas esferas municipais, regionais, estaduais e nacionais.

Além disso, a secretária apresentou o Projeto Descobrindo Novos Caminhos, em que a Assoleste apresenta uma possibilidade de trazer para junto da microrregião de Mantena, enquanto projeto-piloto, a vontade de ajudar as mulheres vítimas de violência, criando esse Projeto de Atendimento Psicossocial ao Homem Agressor, em que os homens serão atendidos por uma equipe multidisciplinar, em parceria com o ministério público da comarca, poder judiciário, polícia militar, secretárias municipais de assistência social.

A Doutora Patrícia Habkouk já aceitando o convite de participação do simpósio juntamente com a promotoria, também se comprometeu a analisar o pedido do projeto para ser desenvolvido na microrregião de Mantena, bem como também colocando a Assoleste em outras parcerias possíveis em que se discuta a violência doméstica e a prevenção a violência doméstica. O evento aconteceu, na sede do Ministério Público em Belo Horizonte.

Luciene Cristina Lana

Estudante de jornalismo